INSEJEC - Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo

Em Que Cremos

 

1. Sagradas Escrituras

Cremos na inspiração verbal e plena da Bíblia, Antigo e Novo Testamentos, que é a Palavra de Deus; ela é pura, imutável, eterna e seu conteúdo é a verdade sem qualquer mescla de erro; ela revela os princípios pelos quais Deus nos julgará e por isso é, e continuará sendo até o fim, o padrão supremo pelo qual toda a conduta, credos e opiniões dos homens devem ser julgados.

2. O Deus Eterno

Cremos que há um único Deus vivo e verdadeiro, Espírito infinito, perfeitamente bom, cujo nome é YHWH, Criador e Senhor Supremo dos céus e da terra, indizivelmente glorioso em santidade e o único digno de toda honra, glória, louvor e adoração, confiança e amor; que Ele é o Deus triúno: o Pai, o Filho e o Espírito Santo, coexistentes, coeternos e iguais em todas as perfeições divinas, e que executam ofícios distintos, mas harmônicos, na grande obra da Redenção.

3. O Espírito Santo

Cremos que o Espírito Santo é o Espírito de Deus e de Cristo, que inspirou o registro das Sagradas Escrituras e ilumina os homens na compreensão da verdade. Ele exalta a Cristo e convence o homem do pecado, da justiça e do juízo. Atrai homens ao Salvador e efetua a regeneração.

4. Jesus Cristo

Cremos no Senhor Jesus Cristo, o Salvador de todo homem, concebido do Espírito Santo, nascido de Maria enquanto virgem, verdadeiro Deus e verdadeiro homem; em sua morte vicária e expiatória, sua sepultura e ressurreição corporal dentre os mortos ao terceiro dia; em sua ascensão física aos Céus, sua exaltação e sua segunda vinda – pessoal, literal e em corpo para a Sua Igreja.

5. O Homem

Cremos que o homem foi criado por Deus à Sua imagem e semelhança, em santidade, mas caiu, por desobediência voluntária, em pecado e iniquidade, adquirindo uma natureza pecaminosa, caindo com ele toda a raça; que, destituído da glória de Deus, é incapaz de, por si mesmo, alcançar a salvação.

6. A Salvação

Cremos que a salvação implica na total redenção do homem, e é obra exclusiva da graça de Deus em Cristo, sendo alcançada mediante arrependimento dos pecados e fé em Jesus Cristo como todo suficiente Senhor e Salvador, que por Seu próprio sangue obteve a redenção eterna para o crente. Em seu sentido mais amplo a salvação inclui a regeneração, justificação, santificação e a glorificação.

A Regeneração é o novo nascimento, é obra da graça de Deus pela qual todos os crentes se tornam nova criação em Cristo Jesus. É uma mudança de natureza, realizada pelo Espírito Santo por meio da convicção do pecado, a qual o pecador responde com arrependimento diante de Deus e fé no Senhor Jesus Cristo. O arrependimento é uma genuína conversão do pecado para Deus. A fé é a aceitação de Jesus Cristo e a dedicação total da pessoa a Ele, como Senhor e Salvador.

A Justificação é obra da graça de Deus, que ocorre simultaneamente com a regeneração; é o ato pelo qual Deus, considerando os méritos do sacrifício de Cristo, absolve, no perdão, o homem de seus pecados e o declara justo, capacitando-o para uma vida de retidão diante de Deus e de correção diante dos homens. Essa graça é concedida não por causa de quaisquer obras meritórias praticadas pelo homem, mas por meio de sua fé em Cristo.

A Santificação é o processo pelo qual, de acordo com a vontade de Deus, somos feitos participantes de Sua santidade; que é uma obra progressiva que se inicia na regeneração; que é continuada nos corações dos crentes pela presença do Espírito Santo, no uso contínuo dos meios indicados, especialmente a Palavra de Deus, o exame próprio, a renúncia, a vigilância e a oração.

A Glorificação é a culminação da salvação e é o estado bendito e permanente do redimido.

7. O Reino de Deus

Cremos que o Reino de Deus é o domínio soberano e universal de Deus e é eterno, estabelecido, primeiro, no coração dos homens que, voluntariamente, se submetem ao senhorio de Cristo, como Senhor e Rei. Que o Reino será consumado visível e escatologicamente no regresso de Jesus Cristo, em data que só Deus conhece, quando o mal será completamente vencido, e surgirá o novo céu e a nova terra onde habitará a justiça e os remidos habitarão para sempre com Deus.

8. A Igreja

Cremos que a Igreja de Jesus Cristo é a extensão de Sua verdadeira vida, no poder da Sua ressurreição, expressa através dos verdadeiros cristãos, que são a reprodução de Cristo, em Seu caráter e em Sua missão, no ser e no fazer; que a Igreja, como organismo vivo, tem uma expressão visível, através dos santos que formam congregações locais, e uma invisível, formada por todos os regenerados, em todas as eras e em todos os lugares, arrolados no Livro da Vida.

9. O Batismo e a Ceia do Senhor

Cremos que o batismo e a Ceia do Senhor são duas ordenanças da Igreja estabelecidas pelo próprio Senhor Jesus Cristo, sendo ambas de natureza simbólica. Cremos no batismo em águas efetuado por imersão do corpo inteiro, uma só vez, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo, em sinal de obediência e testemunho do Seu senhorio. Cremos na observância da Ceia do Senhor, recebendo o pão partido e o fruto da videira em memória da morte de Cristo e proclamação da Sua segunda vinda.

10. Batismo no Espírito Santo

Cremos no batismo no Espírito Santo como uma experiência real e subsequente à salvação, com a evidência bíblica do falar em outras línguas, e que este batismo concede poder aos crentes para exaltar a Cristo e testemunhar da graça salvadora de Deus.

11. Dons e Fruto do Espírito Santo

Cremos na atualidade dos dons espirituais, distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja, para sua edificação e capacitação conforme a Sua soberana vontade. Como evidência de uma vida cheia do Espírito, os crentes devem manifestar o Seu fruto.

12. Cura Divina

Cremos na cura divina em seus variados aspectos, como praticada na Igreja Primitiva. Que cura divina é o poder de Jesus Cristo para curar o enfermo em resposta à oração da fé. Aquele que não muda, ainda está pronto para curar o corpo, bem como a alma e o espírito, em resposta à fé.

13. A Missão

Cremos que a Grande Comissão de Mateus 28:18-20 expressa a missão confiada por Jesus Cristo à Sua Igreja, de fazer discípulos de Cristo de todas as nações, e que cada geração da Igreja é responsável por cumpri-la inteiramente.

14. A Família

Cremos que a família, criada por Deus para o bem do homem, é a primeira instituição da sociedade. Sua base é o casamento heterossexual monogâmico e duradouro, por toda a vida, só podendo ser desfeito pela morte ou pela infidelidade conjugal, pois é uma aliança.

15. O Governo Civil

Cremos que o governo civil é de ordenação divina para os interesses e a boa ordem da sociedade humana, e que os magistrados devem ser objeto de nossas orações, bem como devem ser conscientemente honrados e obedecidos, exceto, exclusivamente, nas coisas que se opõem à vontade de nosso Senhor Jesus Cristo, que é o único Senhor da consciência e o Príncipe dos reis da terra.

16. A Ressurreição dos Justos e o Arrebatamento da Igreja

Cremos que ao soar a Trombeta de Deus, os que morreram em Cristo, de todos os tempos, ressuscitarão, e logo os que estiverem vivos serão transformados, passando de um corpo mortal a um imortal, glorioso e eterno, e serão arrebatados ao encontro com o Senhor Jesus Cristo nos ares, e viveremos para sempre com Ele.

17. A Segunda Vinda de Jesus

Cremos que Deus, no exercício de Sua sabedoria, está conduzindo o mundo e a história a seu termo final e, em cumprimento à sua promessa, Jesus Cristo voltará a este mundo, pessoal e visivelmente, não mais como O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, mas como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, para julgar e reinar com os santos. Ao soar a Trombeta de Deus, os que morreram em Cristo, de todos os tempos, ressuscitarão, e logo os que estiverem vivos serão transformados, passando de um corpo mortal a um imortal, glorioso e eterno, e serão arrebatados ao encontro com o Senhor Jesus Cristo nos ares, e com eles inaugurará Seu reino milenar. Satanás será amarrado por mil anos e depois será solto para ser definitivamente julgado e condenado com todos os que o serviram. Então, virá o novo Céu e a nova Terra onde habita a justiça.

18. Céu e Inferno

Cremos que o Céu é a gloriosa habitação de Deus e a eterna morada dos crentes nascidos de novo. Que o inferno é um lugar de trevas e profundo sofrimento, preparado para o diabo e seus anjos, mas tornar-se-á o lugar de eterna separação de Deus para todos os que rejeitam a fé em Cristo como Salvador. Todos os homens comparecerão perante o tribunal de Jesus Cristo para serem julgados, cada um segundo as suas obras. Os ímpios condenados e destinados ao inferno lá sofrerão o castigo eterno, separados de Deus. Os justos, com os corpos glorificados, receberão seus galardões e habitarão para sempre no céu com o Senhor.

CREDO APOSTÓLICO

Creio em Deus Pai, Todo-poderoso, Criador do Céu e da terra.

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra e graça do divino Espírito Santo; nasceu da virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está sentado à direita de Deus Pai Todo-poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos.

Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja Universal; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição do corpo; na vida eterna. Amém.