INSEJEC - Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo

O Significado do Natal

Jesus Cristo é o nosso Salvador!

(Lucas 2:8-13)

Introdução

Ouve-se em todos os lugares: Natal está chegando! Há um corre-corre, uma excitação. A roupa nova, o presente do amigo secreto, a confraternização com os amigos, a ceia de Natal, a árvore de natal, papai Noel, os presentes.

A Igreja absorveu costumes pagãos e convencionou o dia 25 de dezembro como o dia do nascimento de Jesus e a festa para celebrar este acontecimento deu-se o nome de Natal. Este é um assunto que posso ministrar em outra ocasião.

Quando Jesus nasceu?

Será que Jesus nasceu nesta data – 25/12?

A Bíblia não registra a data exata, mas dá indícios do provável mês.

Jesus Cristo nasceu provavelmente na festa dos Tabernáculos, a qual acontecia a cada ano, no final do 7º mês do calendário judaico, que corresponde [mais ou menos, pois o calendário deles é lunar-solar, o nosso é solar] ao mês de setembro do nosso calendário. A festa dos Tabernáculos (ou das Cabanas) significava Deus habitando com o Seu povo. Foi instituída por Deus como memorial, para que o povo de Israel se lembrasse dos dias de peregrinação pelo deserto, dias em que o Senhor habitou no Tabernáculo no meio de Seu povo (Lev 23:39-44; Ne 8:13-18 ).

Em João 1:14 (“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”) vemos que o Verbo (Cristo) habitou entre nós. Esta palavra no grego é skenoo = tabernáculo. Devemos ler “E o Verbo se fez carne, e TABERNACULOU entre nós, e…”.

Vejamos nas Escrituras alguns detalhes que nos ajudarão a situar cronologicamente o nascimento de Jesus:

·        Os sacerdotes eram divididos em 24 turnos. Durante os sábados especiais, todos os turnos ministravam juntamente; 1Cr 24:1-19.

·        O oitavo turno pertencia a Abias (1Cr 24:10).

·        O primeiro turno iniciava-se com o primeiro mês do ano judaico – mês de Abibe. Êxo 12:1-2; 13:4; Deut 16:1; Ex 13:4.

Temos a seguinte correspondência:

Mês
(número)
Mês
(nome, em Hebraico)
Turnos Referências
1 Abibe ou Nissan= março / abril 1 e 2 Ex 13:4 Ester 3:7
2 Zive = abril / maio 3 e 4 1Re 6:13
3 Sivan = maio / junho 5 e 6 Et 8:9
4 Tamuz = junho / julho 7 e 8 (Abias) Jr 39:2; Zc 8:19
5 Abe = julho / agosto 9 e 10 Nm 33:38
6 Elul: agosto / setembro 11 e 12 Nee 6:15
7 Etenim ou Tisri= setembro / outubro 13 e 14 1Rs 8:2
8 Bul ou Cheshvan= outubro / novembro 15 e 16 1Rs 6:38
9 Kisleu= novembro / dezembro 17 e 18 Ed 10:9; Zac 7:1
10 Tebete = dezembro / janeiro 19 e 20 Et 2:16
11 Sebate = janeiro / fevereiro 21 e 22 Zc 1:7
12 Adar = fevereiro / março 23 e 24 Et 3:7
                                                            

Zacarias, pai de João Batista, era sacerdote e ministrava no templo durante o “turno de Abias” (Tamuz, i.é, junho / julho) (Luc 1:5,8,9).

Terminado o seu turno voltou para casa e (conforme a promessa que Deus lhe fez) sua esposa Isabel, que era estéril, concebeu João Batista (Luc 1:23-24) no final do mês Tamus (junho / julho) ou início do mês Abe (julho / agosto).

Jesus foi concebido 6 meses depois (Luc 1:24-38), no fim de Tebete (dezembro / janeiro) ou início de Sebate (janeiro / fevereiro).

Nove meses depois, no final de Etenim (que cai em setembro e/ou outubro), mês em que os judeus comemoravam a Festa dos Tabernáculos, Deus veio habitar, veio tabernacular conosco. Nasceu Jesus, o Emanuel (“Deus conosco”).

Mensagem Central

O nascimento de Jesus foi algo simples e espetacular. Simples porque nasceu numa estrebaria, sem aparato e Maria teve apenas a companhia de José, seu marido e dos animais que ali estavam.

Espetacular porque um anjo veio anunciar Seu nascimento e um coral celestial apareceu louvando a Deus. (Lc 2:9-14)

Nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor – esta é a mensagem central!

Nesta época de natal esta mensagem é esquecida! E eu pergunto – em todas as casas onde há reunião para a ceia, troca de presentes, confraternização , quantos param para refletir e falar sobre esta mensagem – Cristo é o Salvador?

Podemos fazer algumas perguntas tais como:

Por que Jesus nasceu?

Por que Ele é chamado de Salvador?

Por que Deus anunciou este nascimento de maneira sobrenatural e espetacular?

Desde que o homem pecou e que provou a morte espiritual, ficando separado de Deus, que Deus emitiu uma Palavra sobre a vinda de Jesus que iria esmagar a cabeça de Satanás – Gn 3:15.

A Bíblia diz que o salário do pecado é a morte (Rm 6:23) e isto quer dizer que a pena, penalidade para o pecado é a morte. Jesus nasceu como homem para identificar-se conosco e em nossa linguagem comunicar o amor de Deus e nos substituir no pagamento da pena do pecado.

Jesus veio porque Ele era o único que poderia vir. Deus olhou para o mundo perdido no pecado e não havia outro que pudesse vir tomar os pecados da humanidade sobre si mesmo, porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Jesus Cristo era o único que poderia tomar os pecados do homem.

Ele é chamado de Salvador porque Ele levou sobre Si os pecados de toda a humanidade, cumpriu a nossa pena quando morreu em nosso lugar na cruz. Ele riscou todo o escrito de dívida que constava contra nós encravando-o na cruz! A ressurreição de Jesus atesta que Deus Pai aceitou o pagamento da nossa pena. Jesus nos salvou da condenação eterna, da morte eterna, da separação eterna de Deus. Ele abriu o caminho para o Pai. Quando eu creio no que Cristo fez por mim e o recebo como Salvador, os meus pecados são perdoados, não entro em juízo, passo da morte para a vida e recebo a vida eterna.

Deus anunciou isto de forma sobrenatural e espetacular porque esta é a maior mensagem que existe. Temos uma eternidade adiante de nós e Deus quer que estejamos com Ele para sempre. Ele nos amou tanto que veio na pessoa de Jesus para nos salvar e nos arrancar do império das trevas e nos transportar para o Seu Reino. Por meio de Jesus somos feitos(as) filhos(as) de Deus, herdeiros(as) de Deus e co-herdeiros(as) com Cristo.

Em Cristo sou nova criatura, sou vaso escolhido, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, sal da terra, pedra viva, povo salvo pelo Senhor, estou assentada nas regiões celestiais.

O verdadeiro natal é a celebração de Jesus como nosso Salvador e Senhor!

+ Artigos