#100dias – 32 – Obras e Honra

Postado por em fev 28, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – 32 – Obras e Honra

#100DiasDeJejumEOração

DIA 32 (21.02) – A DEIDADE DO ESPÍRITO SANTO (3)

OBRAS E HONRA

O ESPÍRITO SANTO REALIZA OBRAS DIVINAS

O Credo de Niceia louva o Espírito Santo como “o doador da vida. É uma descrição apropriada da atividade divina do Espírito Santo durante a criação do mundo (Gênesis 1:1,2). E o dom da vida é transmitido de uma geração à outra, conforme declara Jó: “O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida” (Jó 33:4). Porém, mais importante que o dom da vida física, é o novo nascimento, a vida espiritual que o Espírito Santo opera na conversão “…mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo” (Tito 3:4,5) “… por vos ter Deus elegido desde o princípio para a salvação, em santificação do Espírito, e fé da verdade; Para o que pelo nosso evangelho vos chamou, para alcançardes a glória de nosso Senhor Jesus Cristo” (2 Tessalonicenses 2:13,14)

Além do mais, o Espírito Santo também preserva a vida do povo de Deus intercedendo por ele: “E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Romanos 8:26). Essas atividades da criação e da preservação afirmam que o Espírito Santo É Deus. Como Deus, Ele também nos convence do pecado, nos testifica de Cristo, nos conduz à fé em nosso Salvador e preserva nossa fé.
Deve-se notar que as três pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo, operam em comum todas estas obras Divinas. As três pessoas têm a mesma natureza e estão juntas em todas as obras na criação e na redenção.

AS OBRAS ATRIBUÍDAS AO ESPÍRITO SANTO, SÃO TAIS QUE SÓ DEUS PODE FAZER. Dentre elas,

• NA CRIAÇÃO: “E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas” (Gênesis 1:2. Ver Salmo 33:6; Jó 33:4 Salmo 104:30; Jó 26:13).

• DOADOR DA VIDA: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida…” (Gênesis 2:7). “O Espírito é o que vivifica… ” (João 6:33). “Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte” (Romanos 8:2).

• NA SALVAÇÃO: “E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim” (João 16:8-9).

• NA FORMAÇÃO DO HOMEM: “O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida” (Jó 33:4).
• NA PRESERVAÇÃO: “Envias o teu Espírito, e são criados, e assim renovas a face da terra” (Salmos 104:30).

• NA INSPIRAÇÃO DOS PROFETAS: “Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo” (2 Pedro 1:21; Cf. Hebreus 1:1)

A HONRA QUE SE DEVE AO ESPÍRITO SANTO

A Escritura adverte-nos a não ofender o Espírito Santo. Quando o rei Saul se apartou de Deus, “o Espírito de Yahweh” se apartou dele (1 Samuel 16:14). Quando o Rei Davi reconheceu que seu pecado e falta de arrependimento havia entristecido o Espírito Santo, arrependeu-se com todo seu coração (Salmo 51:1-11). Deus advertiu o Israel impenitente que eram “rebeldes, e contristaram o Seu Espírito Santo; por isso se lhes tornou em inimigo, e Ele mesmo pelejou contra eles” (Isaías 63:10). Um juízo terrível caiu sobre Ananias e sua esposa Safira quando se recusaram a arrepender-se ou mesmo admitir que haviam mentido ao Espírito Santo. O escritor aos Hebreus advertiu:

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hebreus 10:26-31).
O Espírito Santo merece a adoração e o respeito do povo de Deus. O pecado o entristece (Efésios 4:30-31); a vida santificada o honra.

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (1 Coríntios 6:19-20).

A EXALTAÇÃO E HONRA devidas somente a Deus são atribuídas, portanto, ao Espírito Santo.
• Suprema Majestade é atribuída a Ele; (Mateus 12:31), pelo fato de que se pode blasfemar contra Ele, assim como contra Deus.
• O Seu nome está ligado ao Pai e ao Filho, em pé de igualdade, na Bênção Apostólica (2 Coríntios 13:14), na administração da Igreja (I Coríntios 12:4-6), e no batismo cristão (Mateus 28:19).
Seriam todos os títulos divinos, atributos, obras e honra tão faltos de dignidade a ser atribuídos às coisas? Não seria isso a idolatria que o Deus Santo condena em termos inequívocos? A única alternativa é crer na Divindade do Espírito Santo e devotar-Lhe toda honra, louvor, glória e adoração.

ORAÇÃO

Amado Espírito Santo, reconheço-Te como Deus verdadeiro. Um só com o Pai e com Jesus. Tributo a Ti toda louvor, ações de graça, adoração e honra, pelo que és. Reverencio Tua presença e manifesto-Te meu profundo amor e gratidão por tudo quanto fazes em mim e através de mim, para Tua própria glória e a do Pai e do Filho. Amém!

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *