#100dias – 65 – Paz de Deus

Postado por em mar 28, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – 65 – Paz de Deus

#100DiasDeJejumEOração

DIA 65 (26.03) – O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO NO CRENTE (18)

O FRUTO DO ESPÍRITO É paz (5)

A PAZ DE DEUS

A paz de Cristo concentra-se em um aspecto: Ele estava em paz e confiante em Sua vida porque observava perfeitamente a vontade de Deus. Paz é a ausência de perturbação, uma alma calma e tranquila. Trata-se de um sereno equilíbrio, mesmo se cercada por acontecimentos tumultuosos.

Não podemos ter a paz de Deus até que, primeiro, tenhamos paz com Deus. A Paz de Deus flui da paz com Deus. A paz com Deus tem mais a ver com relacionamento. A paz de Deus tem a ver com confiança e obediência.

E a paz de Cristo, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos (Colossenses 3:15). Ora, o próprio Senhor da paz vos dê paz sempre e de toda maneira(2 Tessalonicenses 3:16).

A PAZ QUE JESUS CONCEDE

Jesus, antes de ser crucificado, falou várias vezes com Seus discípulos, buscando prepará-los para o momento de Sua morte. Anunciou-lhes que seria menosprezado pelos anciãos e sacerdotes e depois crucificado e morto. Os discípulos ficaram muito tristes e preocupados. Então o Mestre lhes deu a promessa da descida do Consolador e de que Ele lhes daria de Sua paz: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27).

Jesus viu o que esses corações turbados e abatidos precisavam; eles urgentemente necessitavam de Sua paz, essa paz que só Cristo podia lhes proporcionar, porque Ele veio para trazer a paz. Ela não é temporária, nem passageira; é perene, eterna. Seja em momentos de vitória, ou nas tormentas e furacões da vida, essa paz permaneceria. Não é uma paz circunstancial, nem falsa, como a que o mundo oferece, mas uma paz inamovível. Ela é gerada de escondida no coração, de modo que situações externas não têm o poder de roubá-la.

A paz do mundo é fugaz e traiçoeira. Quantos tratados de paz foram violados, quantas promessas, quantas normas de convivência! Mas a paz que Cristo nos concede é plena e abundante. Não compreende tão somente a tranquilidade espiritual, mas também todos os benefícios que Ele conquistou ao morrer na cruz, como a saúde, prosperidade, bênçãos de toda sorte e bem-estar.

ASSEGURADOS PELA PAZ DE DEUS

Diz-se usualmente que “a vida é uma batalha” e isto é muito certo. Existem muitos adversários que temos que enfrentar: o pecado, o mundo, a carne, os perigos, as doenças, as provas, o diabo, etc. Muitos cristãos perdem a compostura e a calma devido às adversidades e circunstâncias contrárias.

Em lugar de exaltar-se ou irritar-se pela aridez da vida, o cristão genuíno deve seguir o conselho apostólico e depositar suas cargas no Senhor. Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” (Filipenses 4:6-7).

Pela súplica constante o crente deve levar suas necessidades ao Senhor. De nada serve ficar nervoso e perder o controle ou a calma. Ele nos deu a receita para obter auxílio em meio aos embates da vida terrena. Teremos que descansar em Seus braços de amor, lançando toda nossa ansiedade sobre Ele, porque Ele tem cuidado de nós.

Lançamos as ansiedade sobre Cristo através da oração. “A súplica de um justo é muito poderosa e eficaz” (Tiago 5:16). Quando oramos, pomos em movimento as mãos que criaram o mundo e traçaram os céus. Elas têm todo o poder para nos sustentar. O Senhor promete responder todas as nossas súplicas: Ele nos dará Sua paz, a paz que só Ele possui por ser santo, puro, bom, poderoso e cheio de amor.

Temos que ter os pés calçados com a preparação do evangelho da paz” (Efésios 6:5), o qual nos dá firmeza e estabilidade. Somos chamados a andar sobre o fundamento dessa paz. Quando ela nos envolve, podemos enfrentar corajosamente, o inimigo, tendo a completa segurança de que Ele nos dará a vitória. Se Sua paz estiver conosco, não escorregaremos, nem cairemos. Os temores e lutas tornar-se-ão insignificantes pelo divino Consolador, e exclamaremos, dos recônditos mais íntimos de nosso ser: “Que maravilhoso, que glorioso é o Senhor!”

Ó quão doce é a paz que do meu coração,

Invadindo vem todo o meu ser.

Uma calma infinita que só poderão

Os remidos de Deus compreender.

 

Paz, paz, quão o doce paz,

É aquela que que Deus me dá!

Eu lhe peço que inunde prá sempre meu ser

Desta paz e do amor celestial!

 

Esta paz inefável consolo me dá,

E descanso perene em Jesus.

Perigo nenhum jamais haverá

Pois eu ando com Ele na luz.

A paz de Deus é eminentemente prática. Faz sentir sua generosa influência em nosso viver diário. Para cada problema e necessidade está disponível para nos cobrir com Seu manto de segurança. Quando aparecem os ataques de saúde, aumentam as dificuldades econômicas, surgem os desafios que parecem maiores do que nós mesmos, ei-la ali a nos sustentar. Quando os temores querem apoderar-se de nós, poderemos recorrer Àquele que nos disse: “Deixo-vos a paz; a Minha paz vos dou”. Ele pode deseja nos auxiliar e nos alentar para sairmos triunfantes em qualquer contingência, por mais difícil que seja.

Precisamos nos acostumar, sempre, a lançar mão da paz de Cristo. Não devemos permitir, nunca, que as tempestades da vida nos subjuguem e desalentem. O desânimo precede o fracasso, mas a confiança precede a paz.

Temos uma rocha firme em quem descansar, um castelo forte no qual nos refugiar. Ele é o dono da situação. Nada há difícil para Ele. Ele permanece sentado no Trono, e dele não se ausenta. É nosso Supremo Sacerdote. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” (Hebreus 4:16).

ORAÇÃO

Bendito Redentor, Príncipe da Paz, nada se compara à qualidade da Tua paz que invade meu ser. Nela encontro segurança em Ti. Tal segunda me infunde serenidade e tranquilidade de espírito em toda a qualquer circunstância. Todo o meu estado focado em Ti. Verdadeiramente Tu conservas em perfeita paz, aquele cuja mente está firme em Ti, porquanto deposita em Ti toda a sua confiança. É assim que quero permanecer. Graças pela certeza de que conto com o auxílio do Teu Espírito para tanto. Amém

Valnice Milhomens

    1 Comentário

  1. Sinto desesperada sem fé, sem força, vou praticar

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *