#100dias – 06 – Fogo

Postado por em jan 26, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – 06 – Fogo

#100DiasDeJejumEOração DIA 6 (26.01) – NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO – PARTE III O ESPÍRITO SANTO COMO FOGO A Bíblia descreve a Deus como “um fogo consumidor” (Hebreus 12:29), por isso, não é surpreendente que o fogo apareça muitas vezes como um símbolo da Sua presença. Os exemplos incluem a sarça ardente (Êxodo 3:2), a glória Shekinah (Êxodo 14:19; Números 9:14-15), e a visão de Ezequiel (Ezequiel 1:4). O fogo foi muitas vezes um instrumento do julgamento de Deus (Números 11:1, 3; 2 Reis 1:10, 12) e um sinal do seu poder (Juízes 13:20; 1 Reis 18:38). Fogo é uma maravilhosa imagem da obra do Espírito Santo. João Batista profetizou que Jesus seria o que “vos batizará no Espírito Santo e em fogo” (Mateus 3:11). Quando o Espírito Santo desceu sobre a Igreja que nascia, no Dia de Pentecoste, para habitá-la e equipá-la a cumprir sua missão, escolheu manifestar-se como “línguas de fogo” pousando sobre cada um dos discípulos. Naquele momento, “todos eles foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” (Atos 2:3-4). A igreja do Novo Testamento estava sendo revestida de poder a fim de partir na operação dos dons do Espírito Santo, em sinais e prodígios; para tomar o reino que Adão, por traição, entregou a Satanás, e estabelecer o reino do SENHOR. Quando findou o domínio de Adão no jardim do Éden, a evidência física foi “o refulgir de uma espada que se revolvia, para guardar o caminho da árvore da vida” (Gênesis 3:24). Agora o fogo reaparece, não para retê-los, mas para enviá-los como ministros labaredas de fogo. Quando os ministros de Deus são incendiados com o fogo do zelo, autoridade e poder, nada conseguirá detê-los. Quando Elias enfrentou as forças satânicas dos falsos profetas de Baal, Deus enviou fogo do céu para provar que Ele era o verdadeiro Deus e Elias seu profeta. “Então, caiu fogo de Yahweh, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e a terra, e ainda lambeu a água que estava no rego” (1Reis. 18:38). Várias são as manifestações do Espírito comparadas ao fogo. Destacamos: O ESPÍRITO TRAZ A PRESENÇA DE DEUS, SUA PAIXÃO E SUA PUREZA. O Espírito Santo é a presença de Deus que habita no coração do crente (Romanos 8:9). No Antigo Testamento, Deus mostrou Sua presença aos Israelitas cobrindo o tabernáculo com fogo (Números 9:15). Esta presença ardente proveu luz e direção para o povo (Números 9:17-23). No Novo Testamento, Deus dirige e conforta Seus filhos com Seu Espírito que habita em seu corpo – o “tabernáculo” e “templo do Deus vivo” (2 Coríntios 5:1; Mateus 6:16). O ESPÍRITO SANTO GERA A PAIXÃO DE DEUS EM NOSSOS CORAÇÕES. Depois que os discípulos, a caminho de Emaús, falaram com o Cristo ressurreto, disseram: “Porventura não ardia em nós o nosso coração…” (Lucas...

Leia Mais »

#100dias – 05 – Vento

Postado por em jan 25, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – 05 – Vento

#100DiasDeJejumEOração DIA 5 (25.01) – NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO – PARTE II O ESPÍRITO SANTO COMO VENTO O Espírito Santo veio para representar a Cristo e conduzir-nos a Ele. Jesus disse: “Quando vier aquele Espírito de verdade, Ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de Si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir” (João 16:13). Como descrevê-lo. A Bíblia lança mão de símbolos para revelar-nos facetas de seu relacionamento conosco. Jack Hayford comenta: “Os símbolos do Espírito Santo se tornam essenciais para a nossa compreensão de como Ele é, não apenas em uma forma objetiva de analisar a verdade, mas também na forma subjetiva que Ele vem para penetrar nossas vidas – modos em que a realidade do invisível penetra o visível. Quando falamos sobre o Espírito Santo como chuva, por exemplo, o objetivo não é pensar: “Oh, o Espírito Santo é como a chuva.” A finalidade é ficar molhado.” Hoje olharemos para o VENTO como símbolo do Espírito. A palavra hebraica para espírito é ruach, que significa “ar em movimento.” Sopro, vento. É a mesma para respirar. Também significa vida. Por semelhança com a respiração e o ar em movimento, significa espírito. É aí que temos a tradução, e a palavra hebraica contém todos esses diferentes significados. Em João 3:8 Jesus está falando sobre o Espírito Santo, e dizendo que Ele é como o vento: “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito”. No grego o termo é pneuma, que significa uma corrente de ar, respiração, ou uma brisa, e novamente por analogia, um espírito. Assim, tanto o hebraico quanto o grego estão falando sobre respiração. Lucas registra a descida do Espírito Santo sobre os discípulos no Dia de Pentecostes nestes termos: “De repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados… E todos foram cheios do Espírito Santo (Atos 2:2,4). A primeira menção ao vento nas Escrituras é Gênesis 8:1, que diz: “Lembrou-se Deus de Noé e de todos os animais selváticos e de todos os animais domésticos que com ele estavam na arca; Deus fez soprar um vento sobre a terra, e baixaram as águas.” O soprar do vento removeu o julgamento. Na história de Noé vemos o vento, a pomba e o fogo do sacrifício. Esses símbolos aparecem também no batismo de Jesus e no Dia de Pentecoste. O revestimento de poder em Pentecostes, tem o propósito de trazer muitos filhos à glória. Precisamos do soprar do vento em nossas vidas, em nossa geração. O vento • produz vida; • separa o trigo da palha; • sopra cinzas e reacende a chama; • purifica enquanto remove as escórias. Tudo isto o Espírito...

Leia Mais »

#100dias – 04 – Consolador

Postado por em jan 24, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – 04 – Consolador

#100DiasDeJejumEOração DIA 4 (24.01) – NOMES E SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO – PARTE I Como descrever o Soberano, invisível, aos olhos humanos? Como retratar realidades espirituais, quando vivemos no mundo físico, vivenciando apenas os sentidos? As Escrituras Sagradas lançam mão de figuras, símbolos, vários termos para falar de diferentes aspectos o caráter Divino. Não temos dificuldade em entender Jesus, porque Ele se revelou a nós em forma humana. Tornou-se Filho do Homem. Falar do Pai ainda nos dá uma imagem do Criador, Pai. Porém, do Espírito Santo, requer muito mais. Todavia, através de símbolos, nomes e títulos aspectos de Sua natureza ampliam nosso entendimento. Olhemos, portanto, para diversos desses nomes e símbolos que lhe são dados e, através deles, conheçamo-lO melhor. O ESPÍRITO SANTO CONSOLADOR Jesus declarou: “E Eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco” (João 14:16). Era uma referência ao Espírito Santo. O termo grego traduzido para “Consolador” é Parakletos. A Bíblia Amplificada assim traduz: “Confortador (Consolador, Ajudador, Advogado, Intercessor, Fortalecedor, Assistente).” O significado literal é “chamado para o lado de alguém”, ou seja, para ajuda. O Dicionário de Vine comenta: “Era usado num tribunal para denotar o assistente legal, conselho para a defesa, defensor, advogado. Então, em geral, aquele que pleiteia a causa de outrem, intercessor, advogado, como ocorre em 1 João 2:1, que diz respeito ao Senhor Jesus. Em sentido mais amplo, significa “ajudador, auxiliador, consolador”. Cristo exerceu esta função junto aos discípulos, pela implicação de Sua palavra “outro (alios, “outro do mesmo tipo”, e não heteros, “outro diferente” ) Consolador”. A palavra é usada no Novo Testamento cinco vezes, todas pelo Apóstolo João. Quatro delas referem-se ao Espírito Santo (João 14:6,26; 15:26; 16:7). A outra, a Jesus (1 João 2:1) “Temos um Advogado (Paraketos-Consolador) junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.” Tendo em vista tantos significados da palavra, é um pouco difícil fixar o seu sentido preciso. Por outro lado, quando Jesus se refere ao Espírito que nos será dado como Parakletos, certamente revela a extensão de Sua obra em nós. Pelo que foi dito, podemos aprender, em parte, qual é o Seu ofício. É fornecer a todos os cristãos a instrução e consolação que seriam dadas pela presença pessoal de Jesus (João 16:14). No Consolador temos, sim, um Advogado, Ajudador, Intercessor, Mestre, Assistente, Confortador. Na ausência de Jesus Ele nos supre e nos ensina. NEle se cumpre a promessa do Mestre: “Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros” (João 14:18). Que maravilha! O Espírito Santo vem em nosso auxílio. É como um Pai respondendo a um filho em necessidade de segurança e auxiliando-o em qualquer que seja sua necessidade e em qualquer tempo que esteja em apuros. Jesus anunciara aos discípulos que estaria partindo. Como Ele era seu Provedor, Protetor, Sustentador e Mestre, eles sentiram que estavam sendo abandonados. Todavia o Parakletos...

Leia Mais »

#100dias – Dia 03

Postado por em jan 23, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – Dia 03

#100DiasDeJejumEOração DIA 3 (23.01) – A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO – PARTE III Despertar cada manhã e perceber a presença do Espírito Santo dirigindo, consolando, instruindo, corrigindo, não tem preço. Partimos para o dia serenos e confiantes de que seremos conduzidos em triunfo onde quer que estivermos e aonde quer que formos. Todo investimento para conhece-lo e comungar com Ele é pouco diante dos dividendos de uma vida guiada pelo doce Consolador. Examinemos mais alguns textos das Escrituras que nos comprovam que o Espírito Santo não é uma mera influência, mas um Ser Pessoal. Ele é Deus. A terceira Pessoa da Triunidade. 21. O Espírito Santo gera vida “Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus” (João 3:5). “O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida” (Jó 33:4) 22. O Espírito Santo foi parte da criação “A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas” (Gênesis 1:2). “Envias o teu Espírito, e são criados, e assim renovas a face da terra” (Salmo 104:30). 23. O Espírito Santo nos defende “Então temerão o nome de Yahweh desde o poente, e a sua glória desde o nascente do sol; vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito de Yahweh arvorará contra ele a sua bandeira” (Isaías 59:19). 24. O Espírito Santo nos dá descanso “Como o animal que desce ao vale, o Espírito de Yahweh lhes deu descanso; assim guiaste ao teu povo, para te fazeres um nome glorioso” (Isaías 63:14) 25. O Espírito Santo nos lança no mover profético “E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões” (Joel 2:28). 26. O Espírito Santo é quem convence o pecado “E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo” (João 16:8) 27. O Espírito Santo torna Jesus, A VERDADE, real em nossa experiência “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, Ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar” (João 16:13,14). 28. O Espírito Santo é nosso Justificador e santificador “Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus” (1Coríntios 6:11). E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. (Romanos 5:5) 29. O Espírito Santo...

Leia Mais »

#100dias – Dia 02 – A Pessoa do Espírito Santo

Postado por em jan 22, 2014 no 100 dias - Plenitude da Unção, Blog

#100dias – Dia 02 – A Pessoa do Espírito Santo

100 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO DIA 2 (22.01) – A PESSOA DO ESPÍRITO SANTO – PARTE II Que delícia poder começar o dia na presença de uma Pessoa sem igual: O Santo Espírito de Deus. Jesus disse que Ele nos guiaria a toda a verdade e seria ¨o outro¨ Consolador. Isto quer dizer, da mesma espécie de Jesus: Deus de Deus! Como precisamos conhecê-lO! Quanto mais convivermos com Ele, tanto mais o nível de nossa comunhão se estreitará. Continuemos,pois, a examinar as Escrituras Sagradas para conhecer mais sobre os atributos pessoais do maravilhoso Consolador. 11. O Espírito Santo nos dá acesso a Deus “Porque, por Ele, ambos temos acesso ao Pai em um Espírito” (Efésios 2:18). 12. Pode-se blasfemar contra o Espírito Santo “Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha. Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada” (Mateus 12:30-31). 13. Pode-se resistir ao Espírito Santo “Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis” (Atos 7:51). 14. O Espírito Santo pode ser apagado “Não apagueis o Espírito” (1Tessalonicenses 5:19-19). 15. Pode se mentir ao Espírito Santo “Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus (Atos 5:3-4). 16. O Espírito Santo é o nosso Consolador “Quando, porém, vier o Consolador, que Eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim” (João 15:26). 17. O Espírito Santo se move no coração dos homens “Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo” (2Pedro 1:21). 18. O Espírito Santo é nosso guia “Quando vier, porém, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir” (João 16:13). “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (Romanos 8:14). 19. O Espírito Santo testifica “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Romanos 8:16). 20. O Espírito Santo é chamado de Deus “Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus” (Atos 5:3-4). Que maravilha desfrutar do privilégio de...

Leia Mais »