Carta Aberta à Igreja Evangélica Brasileira

Carta Aberta à Igreja Evangélica Brasileira

Postado por em out 10, 2014 no Blog

Carta Aberta à Igreja Evangélica Brasileira


São Paulo, 09 de outubro de 2014.

Amados irmãos em Cristo Jesus – Senhor nosso e Rei das Nações –, líderes cristãos, servos e ministros de nosso Eterno Deus: graça e paz, misericórdia e saúde, prosperidade e alegria, sejam acrescentadas a todos e a seus familiares.

Em amor, peço a todos, que leiam até o final e em oração.

Se esta Santa Convocação está chegando às suas mãos, certamente é porque o Senhor nosso Deus entende que você faz parte, que é parte imprescindível de Seus planos para esta hora, que deve envolver-se, e pode fazer alguma coisa pelo País.

Humildemente, como servo de todos, com grande peso de responsabilidade em meu coração, no temor do Senhor, dirijo-me aos amados do Altíssimo nesta hora sumamente importante e decisiva, depois de ter sido alertado por Ele em visão recebida dia 23 de agosto e agora em sonhos, na madrugada desse dia 09 de outubro de 2014.

Em face do que vi e ouvi, ao mesmo tempo em que entendendo o momento delicado que vivemos na nação brasileira, venho suplicar que todos entremos em concordância de oração e jejum em favor do 2º Turno das Eleições.

Sei que não sou uma única voz que clama, que muito já tem sido feito no mesmo sentido, que a batalha não é nova e muitos já pelejam antes de mim. E não quero, de forma alguma, reconhecimento ou notoriedade, menos ainda menosprezar o que já foi levado a cabo em favor do Brasil.

Outras mobilizações já foram feitas e produziram frutos, mas a hora e o quadro atual indicam que não podemos baixar a guarda.

O momento, altamente delicado, demanda ações espirituais unificadas em CARÁTER EMERGENCIAL. Além de tudo quanto já foi feito em oração e jejuns até agora, entendo que é hora de mobilizar a todos de nosso rol de relacionamentos com uma só finalidade e objetivo: resgatar os rumos de nossa nação.

Não são questões meramente políticas e partidárias que estão em jogo. É a nossa Pátria que está em perigo! Nosso País corre o risco de perder seu destino profético e algo deve ser feito urgentemente.

A Igreja Evangélica brasileira encontra-se, lamentavelmente, dividida, apesar de todos os escândalos de corrupção e desconstrução do patrimônio nacional e de ações contrárias aos princípios de moral, da família e da liberdade religiosa e de expressão.

Humildemente, por amor ao Brasil, suplico que nos unamos e mobilizemos o maior número de cristãos, líderes e igrejas possível, para cobrirmos a última semana deste mês com jejuns, orações e adoração.

HUMILDEMENTE PROPONHO:

– Uma semana de jejum unificado de 20 a 27 de outubro de 2014.

– 24 horas de intercessão unificada no mesmo período.

– 24 horas de adoração unificada entre os dias 24 e 25 deste mês.

Suplico, em nome de Jesus Cristo, que batalhemos nesse período em unidade a favor do País. Nosso Deus é Soberano e está no controle de todas as coisas em Seu Trono. Mas, como Igreja, como Seu povo e exército santo, devemos orar, clamar, e buscar o Seu favor para que se cumpram Seus planos e propósitos. Não a vontade da Igreja, muito menos a dos inimigos da Nação (principados e potestades – Ef. 6:10).

É tempo de seguirmos a instrução bíblica de Joel 2:15-17 e a tão conhecida direção do Senhor encontrada em 2 Crônicas 7:14. 

COMO ORGANIZAR:

– O jejum unificado pode ser realizado nas igrejas, estabelecendo que ao menos duas pessoas por Igreja jejuem juntas em um dos dias da semana do segundo turno das eleições. Ou seja, todos os dias, durante sete dias, teremos ao menos dois irmãos de cada igreja jejuando pelo Brasil. Claro que, quanto maior o número de membros de uma congregação, maior pode ser o número de pessoas jejuando no mesmo dia. É importante que toda a semana seja coberta com jejuns.

– As 24 horas de intercessão por dia devem ser cobertas em todas as igrejas participantes. Grupos de irmãos podem se revezar, cobrindo turnos de uma hora de oração por dia em favor da nação. Numa mesma cidade, as igrejas locais podem se unir e fazer o revezamento de oração juntas. Importante é que nenhuma hora do dia fique sem cobertura de oração naquela semana.

– As 24 horas de adoração podem ocorrer em unidade num mesmo local. Igrejas da cidade se juntam e cada uma cobre um turno de uma ou duas horas de adoração com seu grupo. Iniciaremos no dia 24/10, às 20:00h (ou em horário mais apropriado de acordo com a realidade de cada cidade), e terminaremos às 20:00h do dia 25/10.

– Proclamações da Palavra que declaram o governo do nosso Deus e Sua Soberania podem ser feitas ao longo da semana. A leitura da Bíblia em voz alta também pode ser realizada.

Amados irmãos, quero enfatizar que respeito as diferenças de opinião e que, nesse momento, independentemente de nossas opções políticas, precisamos nos unir e clamar pelo Brasil.

Suplico em nome do Senhor Jesus que nos unamos, que mobilizemos e trabalhemos para que, nessa semana tão importante para o futuro do País, estejamos em unidade, clamando a Deus para que haja uma interferência divina nas eleições de segundo turno e no destino do Brasil.

Que nos arrependamos pelos pecados nossos, da Igreja e da Nação. Que supliquemos por misericórdia, orando, jejuando e adorando para que venha o Reino do Senhor e seja feita a Sua vontade hoje e sempre (Mateus 6:10).

Por favor, encaminhe essa Carta Aberta para o maior número de cristãos e líderes evangélicos que você pode alcançar, e unamo-nos diante do Deus que tudo pode, que estabelece e que remove reis (Daniel 2:21), que governa absoluto sobre tudo e sobre todos (Salmo 29:10).

Se precisarem de algum esclarecimento, orientação ou sugestão para a mobilização, coloco-me à disposição de todos os que amam o Brasil e querem vê-lo redimido e vivendo as promessas de avivamento recebidas do Senhor.

Que Jesus Cristo os abençoe e guarde, que Ele seja misericordioso e intervenha na história da pátria amada, Brasil.

Em amor e a serviço do Rei e do Reino, pelo Corpo e pelo Brasil,

Dawidh Alves
Servo de Cristo
><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><
Dawidh Alves é casado com Márcia há 29 anos e, juntos, têm dois filhos: Mitch e Thalita Alves.
Pastor (há 24 anos) da Igreja da Adoração e Avivamento em São Paulo.
Fundador e Presidente do Ministério Tabernáculos Brasil.
Coordenador da Rede Tabernáculos, que promove relacionamento pastoral e inter-eclesiástico a diversos ministros e igrejas no Brasil e outras nações.
Escritor, compositor e conferencista internacional.

www.tabbrasil.org
[email protected]
twitter: @dawidhalves

Ministério Tabernáculos Brasil
Av. Pompéia, 357 – Pompéia – São Paulo
(11) 3392-6103

    3 Comentários

  1. Concordo! Sou crente, desde muito pequeno, e, em plena ditadura, nenhum líder manifestou-se contra os desmandos daquela época, dos tempos do Sarney, do Collor, do Itamar e do FHC que quer liberar o uso da maconha, mas nenhum lider se manifesta! Claro que quem serve a Deus é contra corrupção, mas isso não implica dizer que a presidente Dilma é corrupta. Ela, me parece que está fazendo o que os outros não fizeram, e isso é bom! Então, oremos por ela, autoridade já constituída, pois, é o que a bíblia diz. Esse estado de coisas, hoje visto, infelizmente já existe há muito tempo, veja: compra da reeleição pelo FHC, ESCANDALO de Furnas FHC, Anões do orçamento etc… Hoje, nós sabemos, antes não.

  2. Louvo a Deus por sua iniciativa, infelizmente aqui no Maranhão onde moro a igreja é desunida, dividida e, a palavra nos alerta que o reino dividido não subsiste sou uma intercessora e estou aqui para me unir com vocês no mesmo proposito de clamar por um Brasil melhor. que Deus abençoe essa iniciativa que juntos possamos mover o coração de Deus em favor desta nação

  3. MUITO OBRIGADO PELA INICIATIVA,TEMOS QUE NOS UNIR NESTE MOMENTO DE MUITA LUTA;ULTIMAMENTE TENHO VIVIDO EM UM CAMPO DE BATALHA E SEI QUE É POR CONTA DESSAS ELEIÇÕES E SEI QUE É DEUS NOS CHAMANDO
    OBRIGADO E VAMOS A LUTA

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *