Conheça Valnice

destacada-conheca
Nascida em 16 de julho de 1947, em Carolina/MA, Valnice Milhomens Coelho, filha de Osvaldo Coelho e Aurenice Milhomens Coelho, converteu-se aos 15 anos (20.06.1963), lendo a Bíblia sozinha, dos 12 aos 15. Foi chamada para o ministério ao 16, com a morte da missionária Margarida de Aguiar Natividade (09.02.1964).

Aos 17 anos entrou no Seminário de Educadores Cristãos, em Recife, PE, e aos 23 foi nomeada a primeira missionária à África, pela Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira (27.11.1970). Serviu como tal em Moçambique por 13 anos, cerca de dez dos quais, como a única missionária evangélica no País, em meio ao comunismo. Depois viveu dois anos na África do Sul, onde mergulhou num poderoso avivamento e recebeu o chamado de volta ao Brasil.

Veja mais na página “A História”. Clique aqui.

Completará em 2015 cinquenta anos de ministério (incluindo os seis de seminário, durante os quais usou todo o tempo disponível e as férias para servir às Igrejas). Tem desenvolvido no País um ministério de pregação, ensino, oração e avivamento, sem fronteiras denominacionais. Pelo ministério de televisão, de multimídia e de farta literatura que tem produzido, busca atingir as vidas que, aos milhares, se têm rendido aos pés do Senhor Jesus e sido discipuladas. Tem sido, verdadeiramente, uma voz profética incontestável nestes últimos tempos. Seu ministério se caracteriza fortemente por uma unção de ensino e treinamento de obreiros e pastores. Nisso tem investido sua vida nos últimos anos. A multiplicação de discípulos, líderes e Igrejas, é seu foco de ação ministerial. Treinar líderes que reproduzam o caráter e a missão de Cristo, é no que se empenha com determinação.

É conhecida por seu caráter integro, firme e ousado, e um incontido amor a Jesus, ao perdido e à Sua Igreja. Considera-se apenas uma serva de Jesus Cristo. Como tal, busca viver a aliança feita com Deus, antes de entrar no Seminário: “Vou sempre te obedecer, sem nunca Te questionar, e confiar em Ti, em todas as circunstâncias.” Reconhecida internacionalmente como uma capitã de oração e ensino profético, é enfática ao concluir a respeito de suas ações: “Nada tem a ver comigo. Tudo tem a ver com Ele (Deus). Tudo o que devo fazer é crer e obedecer.”